Coluna Gastronomia “Diferentão”: Como preparar Costelas de Cordeiro

Como Preparar Costelas de Cordeiro Atendendo a dúvida do leitor Ricardo Oliveira, segue nossa sugestão para uma Costela perfeita !

Costelas de cordeiro são simples de se fazer e são também uma boa opção para chefs iniciantes que pretendem servir um prato mais elaborado. 

Abaixo te dou 4 dicas de como preparar essa carne de sabor marcante na frigideira, panela, no forno ou na churrasqueira.

Ingredientes

Rende 4 porções​
8 costelas de cordeiro, descongeladas

1 colher de sopa de alho em pó

1 pitada de sal

1 pitada de pimenta-do-reino

1 cebola média picada

1 colher de chá de orégano

1 pitada de tomilho

 

Método 1 de 4:
Na Frigideira

 

1. Deixe a frigideira (antiaderente) esquentando no fogo alto, mais ou menos por 2 minutos. Para saber se está quente o suficiente, despeje uma colher de sopa de água na frigideira. Se ela evaporar na hora, é porque a temperatura já está no ponto.

2. Enquanto a frigideira esquenta, tempere as costelas. Esfregue o sal e alho, a pimenta e as ervas no cordeiro, tomando o cuidado de temperar os dois lados de cada costela. Dica: Para assegurar que o tempero fique por igual em toda a carne, misture os ingredientes em uma tigela antes de passar no cordeiro.

3. Deixe as costelas fritando por 4 minutos e depois vire e deixe fritando por mais 3 ou 4 minutos.Ao colocar as costelas na frigideira, elas devem fazer aquele chiado característico de carne fritando. Caso não haja chiado, é porque a temperatura da frigideira baixou. 

As costelas estão prontas para ser viradas quando a parte que está fritando já há um tempo fica com cor de amendoim com casca. É muito prático sempre ter um relógio na cozinha para você marcar o tempo. 

As costelas estão prontas quando estão amarronzadas por completo e, se espetadas com uma faca ou garfo, soltam um líquido transparente – não avermelhado.

4. Use um pegador de macarrão de aço inox em forma de pinça e que seja bem comprido para transferir as costelas da frigideira para uma travessa. Deixe uma tampa de panela em cima para que não esfriem. Nunca use um garfo para retirar a carne pois isso faz com que a carne perca seu suco e acabe ficando seca.

5. Refogue a cebola. Deixe na frigideira por 4 minutos, até que comecem a dourar.

6. Se você quiser, pode aproveitar o “queimadinho” que ficou no fundo da frigideira para fazer um molho. Coloque um pouco de caldo de carne na frigideira e vá mexendo até a parte queimada soltar toda. Deixe ferver até engrossar. Caso prefira um molho mais grosso, adicione ao caldo mencionado acima uma colher de sopa de maisena dissolvida em uma colher de sopa de água fria. Deixe ferver mexendo sempre.

7. Sirva as costelas quentes com o molho por cima.

 

 

 

Método 2 de 4:
Assadas

 

1. Aqueça o forno no fogo médio por meia hora (180 graus por uns 20 minutos). Forre uma assadeira com papel-manteiga.

2. Tempere as costelas. Esfregue o sal e alho, a pimenta e as ervas no cordeiro, tomando o cuidado de temperar os dois lados de cada costela. Caso prefira use apenas sal e pimenta, assim você terá o sabor da carne mais encorpado. Você pode também espalhar uma colher de sopa de azeite nas costelas para ajudar a dourar.

3. Coloque as costelas na forma. Jogue a cebola picada por cima e ponha para assar sem cobrir a carne. As cebolas não vão ficar bem torradinhas no forno, mas vão ajudar a dar mais sabor ao cordeiro. Se você não gosta de cebola, pode deixá-la de fora.

4. Deixe assando por 17 minutos, retire do forno, vire e deixe por mais 17. As costelas estão prontas quando estão amarronzadas por completo e, se espetadas com uma faca ou garfo, soltam um líquido transparente – não avermelhado.

5. Retire do forno e deixe as costelas “descansando” por 5 minutos. Você pode aproveitar a cebola picada transferindo-a da assadeira para uma frigideira com 1 colher de sopa de manteiga e deixá-la dourar por 3 minutos. Fica ótima servida por cima das costelas.

 

 

Método 3 de 4:
Na Panela

 

1. Use uma panela funda com tampa com capacidade para 3 litros. Enquanto a cebola refoga, tempere as costelas. Refogue a cebola com um pouco de azeite. Não deixe queimar.

2. Enquanto a cebola refoga, tempere as costelas. Esfregue o sal e alho, a pimenta e as ervas no cordeiro, tomando o cuidado de temperar os dois lados de cada costela.

3. Depois de refogar a cebola, coloque as costelas por cima da cebola dentro da panela. Deixe as costelas corarem um pouco (selar dos dois lados), despeje uma xícara de caldo de carne (um cubo de caldo de carne da sua marca preferida dissolvido em uma xícara de água quente ou caldo feito com carne e ossos) e tampe.

4. Deixe cozinhando por 2 horas no fogo baixo, mexendo de vez em quando apenas para evitar que o fundo fique queimado. A carne estará pronta quando você conseguir cortar usando apenas o garfo.

5. Sirva quente. Coloque as costelas em uma travessa e coloque o molho da panela por cima da carne.

 

 

Método 4 de 4:

 

Na Churrasqueira

 

1. Prepare o fogo. Para fazer a fogueira, distribua o carvão em 3 partes na churrasqueira. Uma faixa sem carvão, uma com apenas uma camada de carvão e outra com 2 camadas de carvão. Essa divisão serve para controlar a intensidade das brasas. Se ficarem altas demais (podendo queimar as costelas), é só transferir um pouco do carvão da faixa com mais carvão para a faixa sem carvão.

2. Tire a gordura do lado de fora da costela. É só cortar fora com uma faca afiada. Não se preocupe em tirar essa gordura porque a gordura que deixa a carne suculenta é a que está dentro da carne, formando uma “estampa” que lembra mármore. A gordura de fora só aumenta o risco de que as chamas fiquem altas demais e queimem as costelas.

3. Tempere as costelas, neste caso você pode usar os temperos, alho, sal e pimenta ou apenas usar sal grosso com pimenta do reino. Você pode também espalhar uma colher de sopa de azeite nas costelas para ajudar a dourar e dar mais sabor.

4. Hora de assar as costelas. Coloque-as sobre a grade da churrasqueira e deixe assando por 6 minutos, depois vire e deixe por mais 4 ou 5. Para virar as costelas, use um pegador de macarrão de aço inox. A parte mais quente da churrasqueira é a que tem as 2 camadas de carvão. As costelas estão prontas quando estão amarronzadas por completo e, se espetadas com uma faca ou garfo, soltam um líquido transparente – não avermelhado.

5. Sirva quente. Antes de servir, deixe as costelas cobertas com papel alumínio e “descansando” por 5 minutos.

 

 

Um molho que é frequentemente servido com cordeiro é o de hortelã.

A receita é simples: um maço de hortelãs, 1 xícara de azeite, 2 colheres de sopa de vinagre de vinho branco, 1 pitada de sal, 1 colher de sopa de açúcar e 4 colheres de sopa de água fervente.

Misture todos os ingredientes e junte com a água fervente.

Deixe esfriar.

 

Espero que as dicas sejam fáceis de preparar.

Nos mandem mensagens, queremos saber o resultado .

 

Um abraço 

Juan Hodar


Juan Hodar é Souz Chef graduado pelo IGA IGA

E comanda o Fiesta en Su Casa Fiesta en su Casa

Autor: Ju Hodar

Mãe , Esposa e Profissional Apaixonada por crianças e tudo o que podemos aprender e ensinar . Não lido bem com gente de mau humor Arranjo sempre um tempinho para ficar bem comigo mesma! Sou vaidosa e gosto de inspirar outras mães. Amo moda, maquiagem, cosméticos, perfumes, flores, viagens, passeios, conversas, livros, gatos, comida boa, enfim, amo a vida.... Produzo muito conteúdo digital! Sejam bem vindos !

2 pensamentos em “Coluna Gastronomia “Diferentão”: Como preparar Costelas de Cordeiro”

Deixe uma resposta